TRANSPARÊNCIA:
Emissão de CO2 desde 2012

Compromisso com o meio ambiente

Santa Luzia calcula suas emissões de CO₂ de linha de perfis de acabamentos

Os gases do efeito estufa que envolvem a Terra absorvem parte da radiação infravermelha refletida pela superfície terrestre, impedindo que a radiação escape para o espaço e aquecendo a superfície da Terra. Um dos principais é o dióxido de carbono ou gás carbônico (CO₂) que é emitido, principalmente, pelo uso de combustíveis fósseis (petróleo, carvão e gás natural) nas atividades humanas e é um dos principais causadores do aquecimento global. Além do CO₂, os outros gases chamados Quioto que são inventariados são: CH₄ (gás metano), N₂O (óxido nitroso), SF₆ (hexafluoreto de enxofre), HFC´s (hidrofluorcarbonos) e PFC´s (perfluorcarbonos). Esses gases são normalmente emitidos em quantidades menores, mas porque eles são potentes gases de efeito estufa, eles são muitas vezes referidos como gases de alto potencial de aquecimento global.

A preocupação em torno do superaquecimento da Terra tem aumentado e com o passar dos anos mais tem se falado sobre os efeitos da emissão excessiva de gases poluidores na atmosfera, principalmente com respeito ao CO₂, que embora não seja o gás mais potente, é um dos mais preocupantes devido à alta quantidade de emissão global. Além disso, o aumento da população e do consumo tem levado à tomada de novas medidas para a resolução dos problemas ambientais, que podem impactar no desenvolvimento econômico e social.

Emissão de CO-2

O monitoramento dos impactos gerados pelo processo produtivo das empresas contribui para o desenvolvimento de um novo modelo uniforme preocupado com as questões ambientais e o gerenciamento dos impactos no meio ambiente. Dessa maneira, pode-se qualificar e compreender os problemas, propor ações para a sua mitigação, e ainda, agregar valor ao processo e ao produto final.

O crescimento rápido da produção das indústrias levou ao inevitável aumento da emissão de CO₂. Entretanto, atualmente há um esforço para reduzir esse potencial de emissão através de melhorias do processo industrial, campanhas e acordos internacionais. Para desenvolver uma economia com baixa emissão de carbono algumas etapas precisam ser realizadas: mensurar, gerir, reduzir e ao final, conseguir a compensação das emissões de gases de efeito estufa (GEE).

Nossas simples atividades do dia a dia provocam emissão de gases do efeito estufa: deslocamentos com automóveis, consumo de alimentos, consumo de energia elétrica, o lixo que geramos, enfim, nossas ações podem impactar positiva ou negativamente no ambiente. Cabe a nós fazermos melhores escolhas para que esse impacto seja o menos danoso possível, pois precisamos pensar em cuidar melhor do planeta.

Emissão de CO-2

Existem várias ferramentas para mensurar e gerir as emissões de CO₂ além de outros impactos ambientais potenciais de um produto e de uma empresa. Dentre elas, pode-se citar também a Avaliação de Ciclo de Vida. Há alguns anos utilizamos essa ferramenta para mensurar os impactos ambientais da linha de perfis de acabamento da Santa Luzia e foi assim que surgiu a ideia de elaborarmos um contador dinâmico de CO₂. Assim, cada vez que você acessar o site da Santa Luzia, você poderá conferir como anda a emissão enquanto estamos fabricando esses produtos. Além disso, mensuramos as emissões desde 2012 e apresentamos também o somatório ao longo desses quase 6 anos.

Utilizando produtos Santa Luzia, você está contribuindo para a redução de emissão de CO₂ na atmosfera, pois, por se tratar de um produto fabricado com matéria prima reciclada e reciclável, o processo de extração de matérias primas virgens não entra no inventário. Além disso, nosso processo de fabricação está em constante melhoria para reduzir esse número, bem como o transporte dos produtos até as lojas. Por isso, a participação do cliente nessa corrente próspera e tão importante, sobretudo quando falamos em logística reversa.

Texto: Stéphanny Niehues Wiggers - Engenheira de Materiais